A PAZ DE DEUS

Seguidores

Total de visualizações de página

domingo, 4 de março de 2012

O MEDO...


Afirma-se que o medo é o maior inimigo do homem!


 Medo do passado, do futuro, da velhice, da loucura, morte, da doença, do fracasso, dos relacionamentos, medo de confiar e se decepcionar novamente..., medo do novo, medo de investir, medo de conquistar, medo das responsabilidades...
Muitos têm medo da própria mente sendo atacada por pensamentos que trazem prisão nas emoções...



Todos nós, por algum momento em nossas vidas,  somos ameaçados por este inimigo que tem o propósito de nos paralisar e de fazer-nos enxergar todas as dificuldades, cegando-nos para as grandes possibilidades...


“O ELEFANTE AMARRADO”
(Autor Desconhecido)
Por que o enorme elefante não se solta de um simples pedaço de corda?
Você já observou elefante no circo?
Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corda que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda que a corda fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir.
Que mistério! Por que o elefante não foge?
Há alguns anos descobri que, para sorte minha, alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta:

o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno.
Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar. E, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muito pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada.
Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino:: ficar amarrado à estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando
a hora de entrar no espetáculo. Então, aquele elefante enorme
Não se solta porque acredita que não pode.
Para que ele consiga quebrar os grilhões é necessário que ocorra algo fora do comum, como um incêndio por exemplo. O medo do fogo faria com que o elefante em desespero quebrasse a corrente e fugisse.
MORAL DA HISTÓRIA: Isso muitas vezes acontece conosco!
Vivemos acreditando em um montão de coisas
“que não podemos ser”, “que não vamos conseguir”,
Simplesmente porque, quando éramos crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos “nãos”
que “a corda da estaca” ficou gravada na nossa memória com tanta força que perdemos criatividade e aceitamos o “sempre foi assim”.
Assim como um grande elefante não conhece a sua força, o seu potencial, assim também somos nós quando nos limitamos em nossas vidas, aceitando e estando em conformidade com tudo, pois é mais fácil se conformar, ou aceitar as situações, do que lutar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário